top of page
  • Foto do escritorOperação Resgate Brasil

CELEBRAÇÃO DE ANIVERSÁRIOS


Todos os anos o ciclo se repete: o mundo dá uma volta completa em torno do sol e nós celebramos mais um ano de existência e de experiência. O aniversário tem significados diferentes a partir da cultura a qual estamos nos referindo. Dentro da própria América Latina, os costumes variam e expressam a diversidade da celebração da vida.


Na China, por exemplo, de acordo com o portal TopWay, “os anos de vida começam a ser contados a partir do momento em que ocorre a concepção, e quando um bebê completa um mês de vida, é comemorado o seu primeiro aniversário (considerado um dos mais importantes de sua vida) [...]. Lá, as festas são recheadas de comidas, muito macarrão e ovos pintados de vermelho. Isso porque na cultura chinesa, o macarrão simboliza a longevidade e o ovo a fertilidade e a renovação da vida.”  

Já na Austrália, as pessoas são presenteadas, quando crianças, com brinquedos e quando adultos, com dinheiro, e as festas são mais reservadas, com poucos amigos e familiares. Na Irlanda, “existem algumas ‘casas de festa’ que são preparadas para receber muitas crianças com atividades diversas como por exemplo: trampolins, futebol em grama sintética, festa na piscina, beliche, dia de princesa, e festa no ônibus, o que é bastante popular por lá”, de acordo com o TopWay.


São diferentes formas de tratar esse rito de passagem e o que podemos concluir, como ponto comum a todas as celebrações, é que a passagem da vida é comemorada, independente da localidade e da cultura. O que acontece entre o instante que nascemos e o instante que morremos é fruto de muitas reflexões. O significado, os valores que atribuímos e a forma como agimos frente a vida é sempre cheio de incertezas e de expectativas.


Existe relevância emocional e cognitiva quando atribuímos a esse momento de passagem da vida, importância e cuidado. Além disso, valorizar esses instantes únicos na jornada de cada indivíduo é fundamental não apenas para fortalecer os laços interpessoais, como também para construir memórias que perdurarão ao longo do tempo e fortalecer uma estima sobre si. 


Nós tentamos cuidar de nossas crianças. Dentro de um Brasil de brasis diversos, com desigualdade, sabemos que a comemoração típica, com bolo, balões, doces e salgados é um privilégio que poucos têm acesso em sua integridade. Nem todos nossos pequenos têm acesso à festividade recheada, ainda que celebrem à sua maneira.


Aqui na Operação Resgate, nós fazemos mensalmente uma celebração com as crianças e colaboradores com os aniversariantes do mês referente. Todos comemoramos juntos, de forma coletiva, a vida de quem iniciou um novo ciclo. É um momento de confraternizar a dádiva da vida. Nossas celebrações são recheadas de bolo, músicas, brincadeiras…


Aprender a se valorizar e a valorizar a vida desde cedo é essencial para o seu crescimento e desenvolvimento emocional. Esses ensinamentos fundamentais moldam não apenas sua perspectiva sobre si, mas também sua visão do mundo ao seu redor, preparando o terreno para um crescimento emocional saudável e uma conexão mais profunda com os outros.


Cantar parabéns, envolta de bolo, rodeado de quem amamos e nos querem bem é uma forma de criar uma lembrança positiva sobre a virada de ciclo. Infelizmente, a celebração não é acessível a todos e por isso que agimos para que nossas crianças se sintam acolhidas e amadas.

Criar boas memórias com as nossas crianças é uma forma de alegrá-las e criar consciência e estima sobre si.

Texto Bianca Liege



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page