• Operação Resgate Brasil

CHUVAS NA BAHIA


Atualmente em nosso país, as chuvas têm sido pivô de questões de ordem urbana e social. Sobretudo no estado da Bahia, tempestades de chuva que tem se intensificado principalmente nos últimos dias de dezembro e primeiros dias de janeiro já afeta mais de 153 cidades. De acordo com o balanço feito pela Sudec, já são mais de 661 mil pessoas afetadas pelo quadro de chuvas e mais de 90 mil pessoas estão desabrigadas.

A situação do Estado exige uma atenção mais do que especial para a vida de muitos e muitas que ali habitam. São quase 100 mil pessoas desabrigadas em período de aumento dos casos de covid-19 e da nova gripe, ainda sem vacina, a h3n2. São pessoas que estão mais propensas a riscos sanitários, de saúde e de economia. Pessoas que perderam parentes e amigos e que esperam do poder público uma resposta imediata para o ocorrido.

Muitos são os estados que estão enviando servidores para auxiliar nas buscas, para amenizar os desastres e para fortalecer o laço nessa luta pela vida. Sabemos que nesse momento se faz necessário o giro nacional de todos os esforços possíveis para essa causa humanitária. Sabemos também que é necessário que o poder público crie providências de ordem urbana para que situações como essas possam ser amenizadas ou extintas da realidade.

E por se tratar de solidariedade, nós, Operação Resgate, nos colocamos na linha de frente. Somos uma organização que enfrenta cotidianamente desafios diversos, com pessoas em situação de riscos também diversos.

Já nos deslocamos para Bahia para construir nossa brigada de solidariedade e de enfrentamento ao ocorrido. Membros e voluntários de nossa Organização se deslocaram até o estado e lá estão construindo com o povo a campanha emergencial de solidariedade.